Hamurabi e Old Times Imigrant Ale

Amantes da boa cerveja,

nesse último sábado, dia 21 de março de 2015, estivemos no Empório Alto de Pinheiros para o lançamento da Hamurabi, uma India Pale Lager produzida pela cervejaria cigana Prima Satt, e para o Projeto Cerveja em Dupla, onde uma dupla de cervejeiros se encontra para a criação de uma nova receita.

Lançamento Hamurabi

A Hamurabi é uma excelente cerveja, ela carrega toda a carga olfativa de uma American IPA (embora seja Lager), com um aroma proeminente de lúpulos cítricos (foram utilizados Citra e Centennial), e um amargor de 40 IBU.

hamurabi_copo
FOTO: Fernando Satt

Entretanto, como é fermentada com fermento Lager (ela utilizou o Saflager W-34/70, da Fermentis), ela é super refrescante, leve, sem grande contribuição por parte do fermento em termos de aromas e sabores.

Uma excelente pedida, com alto drinkability – quem disse que para beber cerveja em quantidades absurdas temos que beber cervejas que se parecem com água? Minha dica é: não abuse e saiba a hora de parar, mas se for para enfiar o pé na jaca, pelo menos faça isso tomando uma cerveja boa !

E a Hamurabi é uma excelente pedida ! Desce fácil e cada gole chama o próximo ! Parabéns, Prima Satt !

giu_satt
Eu degustando uma Hamurabi ao lado de Leonardo Satt, pai da criança ! (FOTO: Fernando Satt )


Projeto Cerveja em Dupla


Degustação de Old Times Imigrant Ale / Rolling Pils Bohemian Pilsner a caminho

No Empório Alto de Pinheiros, junto com o lançamento da Hamurabi, estava ocorrendo a oitava edição do projeto Cerveja em Dupla, que reúne duas cervejarias para elaborar uma nova cerveja, na panela, na rua, em frente ao estabelecimento.

Nessa edição, tivemos Leo Satt, da Cervejaria Prima Satt, e Luis Nascimento, da Sinnatrah Cervejaria Escola, fazendo a Rolling Pils, uma Bohemian Pilsner single hop de Saaz feita utilizando-se o método de decocção.

Leo_Satt_Luis_Nascimento
Os cervejeiros se preparam para a brasagem (FOTO: Fernando Satt)

Ou seja, se tudo der certo, em breve teremos uma Bohemian Pilsner à la Urquell para degustação.

rollingpils

Enquanto a dupla corria com a preparação da cerveja, a Old Times Imigrant Ale, brassada na última edição pelas cervejarias Capitu e Dádiva, estava sendo servida em duas opções: a cerveja “pura”, como ela foi concebida, e um barril onde foi feito um dry hop com Nelson Sauvin.

É impressionante o fato de estar sendo servida uma cerveja onde TODO o malte utilizado (malte base e maltes especiais) foi feito de maneira caseira: os grãos foram umedecidos, germinados, secos ao sol, tostados e caramelizados utilizando-se uma máquina de lavar roupas adaptada. Como eu disse pessoalmente, é coisa de maluco – pessoas normais não fazem malte em casa ! (Calma, Ming, é brincadeira…)

O resultado final ficou muito agradável: uma cerveja cor de caramelo de estilo Inglês, fermentada com o fermento Safale S-04, da Fermentis, em baixas temperaturas, o que gerou uma cerveja pouco frutada e focada primordialmente no malte. O amargor apenas equilibrava a balança, mas o malte era a estrela dessa cerveja.

imigrante_copo

Muito interessante o projeto e a oportunidade de degustar uma cerveja única como essa.

Até mesmo bolachas de chopp – muito bonitas, por sinal – foram elaboradas para a ocasião.

bolacha
FOTO: Fernando Satt

Para registrar todo o evento, contamos com o trabalho de Fernando Satt, que além de fotógrafo é primo de Leonardo Satt, da Cervejaria Prima Satt.

Todas as fotos podem ser vistas na página de Fernando Satt clicando-se aqui.

É isso aí, pessoal ! Bons goles e até a próxima !

Em breve teremos a degustação da Bohemian Pilsner, e estão todos convidados !

Evento em dose tripla

Amantes da boa cerveja,

nesse próximo sábado, dia 21 de março de 2015, teremos um evento em dose tripla no Empório Alto de Pinheiros, o EAP, com previsão de início às 11:30 da manhã !

Teremos o lançamento da nova cerveja da Prima Satt, a Hamurabi, uma India Pale Lager feita em homenagem ao Rei Hamurabi, da Babilônia.

hamu

Seu rótulo foi pintado em nanquim, retratando a lei que dizia “Aquele que produzir uma cerveja ruim, será condenado a morte, afogado na própria cerveja”.

Ainda nesse mesmo dia, ocorrerá a oitava edição do Projeto Cerveja em Dupla ACervA-EAP, projeto que sempre reúne duas personalidades do mundo cervejeiro para elaborar uma nova receita na panela, na calçada em frente ao EAP.

Nessa edição teremos o Leonardo Satt, da Cervejaria Prima Satt, junto com Luis Nascimento, da Sinnatrah. Ele farão a Rolling Pils, uma lager que será feita utilizando-se a técnica de decocção – para quem tiver vontade de aprender um pouco mais sobre essa técnica, é um prato cheio.

rollingpils

E o último “evento” que ocorrerá – não é propriamente um evento, mas é uma oportunidade de degustar uma cerveja única – será a degustação da Old Times – Imigrante Home Ale, cerveja criada na última edição do Cerveja em Dupla, feita em 31 de janeiro e que contou com a participação da Cervejaria Capitu e da Cervejaria Dádiva.

imigrante

Ela é uma Ale feita com maltes feitos em casa, germinados em casa, secos ao sol, e caramelizados em uma máquina caseira de maltear cevada e outros grãos !

Bons goles a todos !

Feliz Saint Patrick’s Day

Amantes da boa cerveja, feliz Saint Patrick’s Day !

Confesso para vocês que não sou fã desse dia, e nunca na minha vida eu havia tomado cerveja verde até o dia de hoje.

DSC08472

Tenho amigos que adoram essa data, pelo clima de festividade, principalmente nos Pubs de estilo inglês / irlandês.

Tenho amigos que abominam essa data, que nada mais é – segundo eles – do que uma “pagação de pau” e “babação de ovo” pra gringo.

Cadê o dia do Saci Pererê?

Se bem que quando gringo festeja o carnaval, ninguém diz que é “pagação de pau” para o Brasil…

Ou então acham um sacrilégio usar corante na cerveja e “estragar” a bebida… “Ah, quando a Ambev usa corante nas cervejas escuras, metem o pau, mas aí no Saint Patrick’s Day pode colocar corante…”

Pessoal, relax ! É só curtição, simples assim ! Nada como uma festa para desestressar e esquecer temporariamente os problemas !

Enfim… viva a diversidade ! Cada um tem direito de gostar ou deixar de gostar daquilo que bem entende !

Eu, como não pude ir a lugar nenhum no dia de hoje, resolvi estrear o corante que comprei na 25 de março para o Saint Patrick’s Day de 2014 e ainda não tinha tido coragem de usar !

Com um corante azul mais do que vencido, tingi minha Vedett para ver o resultado. Nenhuma alteração no aroma e no sabor. E o visual ficou bem adequado à data !

1 gota para cada 350 ml é mais do que suficiente !

DSC08473

Cheers, galera, e até a próxima !

E se você ver um Leprechaun, significa que está na hora de parar de beber !

Abraços!

De novo ! 50% de desconto no Pão de Açucar Delivery !

Amigos do Beer4Free,

em comemoração ao dia do consumidor, o Pão de Açúcar resolveu fazer novamente a promoção de 50% de desconto para o delivery para compras on line.

paodeacucar50

O desconto será visualizado no final do processo, no carrinho de compras.

A promoção no site vai até a próxima sexta-feira, dia 20/03/2015.

Entretanto, eu ficaria esperto, porque em algumas lojas físicas também estava rolando promoção, só que de apenas 40% e apenas para alguns rótulos ( Colorado, Vedett e Baden Baden eram alguns deles).

O desconto de 40% no Jack Daniels também estava rolando em algumas lojas físicas.

Vale a pena passar na loja do Pão de Açúcar mais próxima da sua casa e verificar se está rolando alguma promoção !

Gostaria de agradecer ao nosso amigo Fulvio Caeneghem Vicente que me passou a dica !

Bons goles a todos, bebam com moderação, e aproveitem a promoção, vale muito a pena !

Quem aí já tomou Fio Terra?

Amigos,

na noite de 10/03/2015, aconteceu no EAP o lançamento da nova cerveja da Urbana, a Fio Terra, uma autoproclamada Orange IPA com 70 IBU de amargor.

fio_terra

A Urbana, mais uma vez, trilhou o caminho da irreverência para dar nome a uma de suas cervejas, algo muito comum no ramo das cachaças (quem nunca tomou uma cana grossa Nabunda?), mas pouco explorado nas cervejas até a chegada da Urbana.

nabunda

Como diz a propaganda da Fio Terra, é uma cerveja com um toque diferente – de laranja !

Dessa vez, o pessoal da Urbana se superou, e foi gravado até um vídeo promocional que ficou muito engraçado (ainda mais para quem conhece os “atores” do vídeo)… hahahahahaha… só acho que tinha que ter aberto a garrafa “no dente”, abridor de garrafas é coisa de boiola !

Com relação à cerveja, a Fio Terra é uma IPA muito bem feita, é uma Single Hop que utiliza apenas Amarillo, o que por si só já lhe proporciona um aroma bem cítrico característico desse lúpulo.

A laranja, que foi adicionada em forma de uma farinha feita com a casca da fruta, foi adicionada tanto na brasagem como na maturação. Entretanto, é sutil, o toque frutado (ui) aparece no aroma, no sabor ele é um pouco encoberto pelo amargor potente da cerveja.

Foram produzidos 2.500 litros nesse primeiro lote, e a cerveja está disponível em garrafas de 330 ml e em chope.

fio_terra_pq

Eu não pude comparecer à festa de lançamento, que se iniciou às 19:00hs, mas dei um jeito de passar no EAP durante o dia e tive a oportunidade de tomar o primeiro chope depois do barril ser engatado !

Quando saiu a notícia de que ia ter Fio Terra no EAP, uma semana antes do lançamento começou a se formar uma enorme fila na porta do estabelecimento, e os organizadores do evento tiveram que deixar bem claro que se tratava apenas de uma cerveja, para evitar que o bar sofresse processos por propaganda enganosa !

Fui desafiado a sair falando pra todo mundo que eu adorei tomar Fio Terra… então lá vai:

“Tomei Fio Terra e áááááááááá-dooooo-gueeeeeeeeeeeei ! ”
hahahahahahahahahahaha

Agora, falando sério: eita mundo chato esse em que estamos vivendo ! Ouvi relatos de pessoas que sentiram ofendidas com a brincadeira feita com o nome da cerveja, e aquela velha patrulha do politicamente correto deu as caras mais uma vez, com um falso moralismo hipócrita que adora julgar os outros antes de julgar a si mesmo.  Afinal, é só uma cerveja com nome bem humorado… e bom humor não faz mal a ninguém !

Para essas pessoas, acho que só há um remédio: tomar fio terra. E se puder ser acompanhado de uma boa cerveja, como esse ótimo lançamento da Urbana, melhor ainda ! E se de quebra estiver rolando Lionel Ritchie então… hehehe

Bons goles a todos, e tomem Fio Terra com moderação !

Guiness de graça?

Amantes da boa cerveja,

a cerveja escolhida para o sorteio desse mês (com início dentro de alguns dias) é a Guiness Draught, uma Ale representante clássica do estilo Dry Stout.

guinesslogo
Essa lendária cerveja teve início em 1759, quando Arthur Guiness assinou, no dia 31 de dezembro, um contrato de arrendamento de uma cervejaria não utilizada em St. James Gate, Dublin, válido por 9000 anos !

Uau !

Isso custou a ele o valor exorbitante de £100 no início das atividades, mais um valor anual de aluguel de £45, incluindo direito de uso das águas que passavam pelo local.

Alguns anos mais tarde a Guiness adotou a harpa irlandesa como seu ícone, e atualmente é um dos maiores expoentes da cultura irlandesa, ao lado do U2, dos Leprechauns e do Saint Patrick Day.

A fórmula da cerveja continua a mesma nesses mais de duzentos anos, e a Guiness é uma prova de que grandes cervejarias, mesmo que produzam suas cervejas em quantidades estratosféricas, podem entregar um produto de qualidade quando assim o querem.

Ela leva cevada torrada não maltada em sua fórmula, e uma curiosidade: uma pequena quantidade de cerveja azedada – em torno de 3% – é adicionada à cerveja nova, para adicionar um toque bem sutil de complexidade.

A versão Draught é envasada em latas, que possuem em seu interior uma pequena esfera com nitrogênio, que é rompida quando a lata é aberta, fazendo com que sua espuma adquira um aspecto cremoso e muito bonito.

guiness

Se for servida num Pint ou num Nonic, fica ainda mais bonita !

Completa sua excelente aparência uma coloração preta, escura e turva.

O aroma remete a malte torrado e café, com o lúpulo ficando em segundo plano. Sem presença de ésteres ou outra contribuição da levedura, é bastante neutra em termos de fermento.

Apresenta um corpo leve, o que pode até causar estranheza para quem se deixa impressionar por sua cor (uma prova concreta de que não existe mesmo muita relação entre corpo / cor numa cerveja).

No paladar, cereais suaves em contraste com o tostado que aparece em primeiro plano, café, grãos torrados, e um amargor limpo aparece para ajudar no equilíbrio dessa ótima cerveja.

Os 4.2% de álcool passam despercebidos.

Leve, torrada, um pint extremamente fácil de se beber !

Simplesmente clássica !

É uma cerveja tão icônica que a Burts, fábrica inglesa de batatas chips, lançou uma versão de batata sabor Guiness.

guinesschips

Será que é bom ? Pelo menos bonito o pacote é !

Quer uma Guiness? Ganhe a sua no Beer4Free !

Sorteios se iniciando dentro de alguns dias !

Bons goles !

Festival Brasileiro da Cerveja – 2015

Amantes da boa cerveja,

acabou de ser divulgado o resultado do Festival Brasileiro da Cerveja 2015, realizado em Blumenau, Santa Catarina, simplesmente o evento mais importante ligado à cerveja no Brasil.

festival_2015

O julgamento ocorreu de 8 a 10 de março, e contou com uma equipe altamente qualificada para eleger as melhores cervejas elaboradas no Brasil.

E, de 11 a 14 de março, o Festival continua, com palestras, workshops, festa e, é claro, muita cerveja !

 São muitas as cervejas premiadas, a lista completa pode ser acessada aqui.

O resultado de algumas categorias foi bem interessante  e tivemos surpresas agradáveis na lista, como a Tupiniquim, que “garfou” o ouro na categoria Dubbel batendo a famosa Wäls Dubbel (e batendo também a Dubbel Dragon, da Seasons), ou então a Bodebrown, que com sua Black Rye IPA desbancou, numa “briga de cachorro grande”, as excelentes STP / Prima Satt Cafuza e Black Mamba, da Invicta.

Gostaríamos de deixar nosso parabéns aos maiores vencedores da noite, ambas do Rio Grande do Sul: a Cervejaria Tupiniquim, que levou o título de melhor cervejaria (premiação esperada e mais do que justa), e a Seasons, que faturou o prêmio de melhor cerveja com sua BasiliCow.

E o Beer4Free gostaria de deixar registrado um parabéns especial para Victor Pereira Marinho, mestre cervejeiro que faturou 6 medalhas com seu trabalho, direto ou indireto, em diferentes cervejarias:

  • Ouro com a Trimiliqui na categoria Belgian-Style Dark Strong Ale, pela Cervejaria Urbana;
  • Ouro com a Gordelícia na categoria  Belgian-Style Pale Strong Ale, pela Cervejaria Urbana;
  • Ouro com a Meia-Noite na categoria Robust Porter pela Cervejaria Júpiter;
  • Prata com a Bad Moose Pale Ale na categoria Belgian-Style Pale Ale pela Cervejaria Blondine;
  • Bronze com a Trem Bão na categoria French & Belgian-Style Saison, pela Cervejaria Urbana;
  • Bronze com a La Sorceire na categoria Pale American-Belgo-Style Ale pela Cervejaria Urbana.

É sempre bom ver o sucesso da nova escola cervejeira, pessoas que eu tive oportunidade de acompanhar desde o início na atividade cervejeira, como é o caso do Victor, do André Leme Cancegliero, da Cervejaria Urbana, e do David Michelsohn, da Júpiter.

Parabéns a todos pelo trabalho bem feito e pelas ótimas cervejas !

Quem sabe nos próximos sorteios do Beer4Free não coloquemos algumas dessas cervejas, representantes do movimento paulista da cerveja artesanal?

Bons goles a todos e até a próxima !

Concerveja – 1º Congresso Nacional da Cerveja

Amantes da boa cerveja,

entre os dias 31/03/2015 e 06/04/2015 ocorrerá o 1º Congresso Nacional da Cerveja, que contará com palestras diárias com alguns dos maiores especialistas em cerveja do Brasil.

Congresso_4

Tudo será feito on line, de maneira a possibilitar o acesso de pessoas interessadas em cerveja não só em todo o Brasil, mas até mesmo em todo o mundo !

E, o principal, é TOTALMENTE GRATUITO. Para se inscrever e acompanhar as palestras nos dias e horas agendados, basta cadastrar o email no site www.concerveja.com.br.

As palestras serão transmitidas ao vivo de maneira gratuita, mas para aqueles que quiserem assistir às palestras quando e quantas vezes quiserem, será disponibilizado um pacote pago, chamado de Acesso Premium.

A idealização e organização é de responsabilidade de dois amigos, um Biólogo Mestre em Ecologia (Daniel Dinslaken) e outro Engenheiro Sanitarista e Ambiental, com Pós-Graduação em Gestão de Projetos (Maurício Rodrigues), que apreciam (assim como eu) uma cerveja de verdade e têm como hobby a produção artesanal de cerveja.

As palestras serão ministradas por uma equipe invejável, composta por grandes nomes ligados à cerveja: Jaime P. Filho (Pier 1327), Marcelo Carneiro (Cervejaria Colorado), Federico Ming (Cervejaria Capitu), Marcelo Barga (Bio4 Leveduras), Gabriela Muller (Professora de Microbiologia), Túlio Rodrigues (Beer Academy), Daniel “Bode” (site Cerveja Henrik Boden), Afonso Landini (Arte Brew), Sérgio Theófilo (blog Lupulento), Marcio Beck (Blog Dois Dedos de Colarinho), Rodrigo Ferraro (Cervejaria Irmãos Ferraro), Rosária P. Pacheco (Penz Beer), Gabriela Montadon (Cerveja Grimor), Marcelo Scavone (Escola da Cerveja), Gustavo Sanches (On Trade – Importadora), Eduardo Pelizzon (Sommelier de Cervejas), José Padilha (The Beer Planet), Fernanda Meybom (Mestre em Estilos), Marcos Guerra (Mestre Cervejeiro – Dom Haus), José Felipe Carneiro (Cervejaria Wals), Pedro Ribeiro e André Nader (Confraria do Marquês).

concerveja_3D

Maiores informações no site oficial e na Fan Page do Facebook.

Amigos, eu recomendo fortemente que você, que gosta de uma boa cerveja e realmente se interessa pelo assunto, prestigie as palestras gratuitas ministradas por essa equipe altamente qualificada !

E, como é on line, você pode fazer isso bebericando a sua cerveja preferida, no conforto do seu lar.

Prestigiem o evento ! Prestigiem o movimento !

Bons goles a todos e até a próxima !